domingo, 24 de maio de 2009

A Morte dos Taquaruçus

As fotos deste post dão bem a noção do que ocorreu de forma generalizada aqui nas encostas da Serra dos Orgãos. Num evento raro, todos os taquaruçus morreram. Assim, lugares como o da foto acima, o trecho inicial da tradicional trilha do Meu Castelo, ficaram com esse aspecto de parreira de uva. O trecho acima era uma sombria floresta e agora está a céu aberto. Com a entrada da luz, muitas outras espécies florescem, incluindo os próprios brotos da próxima geração de taquaruçus.
A foto acima mostra o que ficou por baixo daquela manta de vegetação: Taquaruçus caídos e apodrecendo.
Na maioria das trilhas os caminhos já foram abertos por entre os taquaruçus caídos, incluindo a trilha do Meu Castelo. Mas vale lembrar que a longa trilha da Travessia Caxambu - Santo Aleixo está totalmente interrompida pelos taquaruçus, aguardando a reabertura por parte da operadora da linha das torres, prevista para este ano.

Um comentário:

  1. Olá Waldir!

    Aqui no Paraná existe uma espécie de taquara que floresce a cada 20 ou trinta anos, não sei exatamente, mas é um período bem longo.Houve uma florada há cerca de três anos, é notável. Depois da florada, todas morrem para dar lugar à nova geração, e as trilhas ficam coalhada de taquara seca. Quem sabe foi isso o que ocorreu por aí?
    abraço,

    Cau

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.