sábado, 1 de maio de 2010

Avaliação - Meias Lorpen

Muito já se disse sobre a importância de um bom calçado. Caminhar com um calçado inadequado pode ser uma verdadeira roubada. Calçados menos resistêntes, mesmo sendo confortáveis, podem não aguentar uma trilha mais dura e te deixar em apuros. Outros calçados, como os velhos "coturnos", são fortes mas se não estiverem bem amaciados podem machucar muito.

A boa nova é que o mercado ao longo dos últimos anos vem apresentando dezenas de boas opções de calçados para caminhadas. Opções para todos os gostos e bolsos. O importante aqui é avaliar bem, principalmente o custo x benefício. Quem caminha muito deve investir num calçado um pouco mais durável. Quem caminha eventualmente pode optar por um calçado mais em conta.

A "cara-metade" de um bom calçado e um bom par de meias. Por serem um artigo menos "glamouroso" do que as vistosas botas, as meias acabam sendo relegadas a um segundo plano. Lembro das minhas primeiras trilhas lá nos anos 80, quando comprava um calçado maior que meu pé e usava dois ou três pares de meias. Gostava de usar uma combinação curiosa: um par de meias grossas em contato com a pele, um par de meias finas por cima e depois um novo par de meias grossas. Por cima de tudo um par de botas "Commander". Quem é das antigas sabe o que estou falando... No final, de pouco adiantava. Pés estourados eram algo comum ao final das caminhadas mais longas.

De uns anos para cá descobri as meias Selene, e finalmente abandonei as combinações de meias. Bastava um bom calçado e um único para de meias Selene para encarar qualquer trilha.

No início do ano fui convidado pela Proativa a testar um par de meias Lorpen, mais especificamente o modelo Hiking T.M.C.F. No primeiro contato com o produto tive a impressão de serem mais finas que as meias Selene. Fiquei meio desconfiado: Será que vai proteger realmente o pé? Levantei algumas informações no site - http://www.lorpen.com.br/ - e achei bastante curiosa a origem dessas meias no povoado de Etxalar nos Pirineus. Não vou entrar nas questões dos materiais envolvidos e especificações das costuras, pois não entendo disso. Aos interessados basta consultar o site. Meu negócio é botar na trilha e ver como o produto se comporta.


1º Teste - Manutenção na trilha do Morro do Alicate:

É uma trilha fácil mas relativamente longa. Ida e volta dá uns 10km. Achei a meia bem confortável, o que desfez minha impressão inicial. No mínimo era uma meia tão boa quanto as Selene.


2º Teste - Manutenção da trilha do Alto da Ventania

Esse foi realmente um bom teste, pois pegamos um extenso capinzal molhado e fechado no início da trilha. As gotículas do capim iam encharcando a calça e essa água toda escorria bela perna e terminava dentro da bota. Foi um longo dia batendo facão e caminhando com os pés molhados. Nada de bolhas. Nem chulé rolou...

3º Teste - Cachoeira do Alicate
Essa foi uma trilha relativamente fácil. As meias se comportaram bem, mas faltava fazer uma trilha mais longa.

4º Teste - Volta do Morro da Capela

Finalmente uma trilha mais longa. Subidas, descidas, bastante calor. Mais uma vez conforto total. Já estava convencido que as meias eram realmente boas. Mais macias que as meias Selene e nem por isso menos resistentes.

5º Teste - Pico da Bandeira

Fomos para o Caparaó e acampamos na Tronqueira. Resolvemos partir para o Pico da Badeira, 2.892m de altitude, direto de lá. Esse percurso tem 14km considerando ide a volta. Pra forçar um pouco mais a situação resolvi usar uma bota mais rígida e de cano bem alto que eu tenho. Essa bota costuma esfolar um pouco a canela, principalmente nas subidas. Terminei a trilha sem nenhuma irritação na pele, o que credito ao toque mais macio das meias Lorpen. Depois desta trilha achei que já tinha condições de redigir essa avaliação.

Conclusão:
As meias Lorpen Hiking T.M.C.F. são realmente muito boas, superiores a qualquer coisa que já usei. Tem que se considerar o preço, que é cerca de três vezes o de um par de meias Selene. O que eu tenho a dizer é que o conforto do pés é algo a se considerar, principalmente para quem caminha com frequência. Se couber no orçamento, sugiro experimentar as meias Lorpen e tirar suas próprias conclusões.

Um comentário:

  1. Bom saber que temos um produto de qualidade ao nosso alcance.Já estava a procura de uma meia mais resistente que a selene...Boas,mas rasgam mto rápdo a parte do calcanhar...valeu pela dica.

    abç

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.