sábado, 11 de maio de 2013

Abraço na Serra dos Órgãos - extra oficial de outono

(clique na foto para ampliar)

Mais uma edição do evento Abraço na Serra dos Órgãos, dessa vez um abraço extra-oficial e no sentido inverso. Reunimos alguns amigos para fazer essa edição de outono, com tempo mais fresco.

A partida dessa vez foi no Posto Galisco, em Itaipava. E decidimos fazer o circuito ao contrário, no sentido horário. Num sábado com tempo frio e muita névoa partimos em 10 ciclistas. Eram 7:20 da manhã.

Cruzamos Itaipava na névoa, todo mundo encasacado. Pegamos a estrada para Teresópolis e seguimos num bom ritmo. Logo que começamos a subir saímos da névoa e demos de cara um com lindo dia ensolarado. Céu azul, nenhuma nuvem... Começamos a tirar os casacos e seguimos pedalando forte serra acima.


Quase no final da subida paramos para uma foto no mirante.


Tempo bom, astral idem... seguimos pedalando e completamos os 12km dessa forte subida. Chegamos no topo, 1.430m de altitude, o ponto mais alto do Abraço.

Curtimos muito a longa descida até Teresópolis. Reunimos o grupo e atravessamos o trânsito da cidade com cuidado. Depois paramos para a foto oficial do Abraço na Vista Soberba.


Já eram quase 11 da manhã. Decidimos por uma pausa no Paraíso das Plantas para abastecer as caramanholas e para um rápido lanche.

Após o lanche conversamos sobre as condições da estrada, que estava com trechos em obra. Decidimos seguir juntos até a parte que está no sistema "pare e siga". Quando o trânsito liberou para descida partimos na frente, tão rápido, mas tão rápido que quando os primeiros carros começaram a nos ultrapassar já estávamos praticamente no pé da serra. Uma bela descida nesses 18km da serra de Terê.

Já era praticamente hora do almoço e tínhamos pela frente o longo trecho de baixada que foi no nosso martírio no Abraço oficial no verão. Mas dessa vez não estava tão quente e o grupo seguiu pedalando forte deixando para trás Guapimirim, Parada Modelo, Santo Aleixo, Rio do Ouro, Cachoeira Grande, Piabetá... Chegamos no Fragoso e paramos na Sorveteria Khunty para o que seria o nosso almoço.

Já tínhamos pedalado 90km e estávamos bem. Mas a grande subida do dia estava bem na nossa frente - a Serra Velha, com seus 12,5km de subida em paralelepípedo, do nível do mar até 840m de altitude.

Botamos as bikes para rodar por volta das 14:00 horas e começamos a subida. Fazia calor e o grupo já estava relativamente cansado. Com o tempo o grupo foi se separando e cada um achou sua cadência de subida. Quando todos se reuniram no topo já eram 17:00 horas e fazia frio.

Todo mundo encasacado de novo, um rápido café na padaria e bora chegar logo em Itaipava para terminar o Abraço. Atravessamos Petrópolis rapidamente chegamos na Catedral São Pedro de Alcântara, já escurecendo. Nem paramos para fotos. Ligamos nossas lanternas e partimos forte pela Barão do Rio Branco e depois União e Indústria. Esse trecho foi incrivelmente rápido. Impressionante a disposição da galera depois de pedalar um dia inteiro.

Chegamos em Itaipava às 18:00 horas, completando o Abraço em 10:40 horas. 128km de pedal. 1.840m de elevação acumulada (soma das subidas).


Cervejinha, pastel, muita comemoração. Com orgulho abraçamos mais uma vez a Serra dos Órgãos com nosso esforço e com as nossas valentes "magrelas".

2 comentários:

  1. Pedal maravilhoso, com uma galera nota 10. Obrigada Waldyr por mais uma inesquecível aventura. bjs
    Pat

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.